Webmail
segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Notícias

publicado em 05/11/2019

FETEC-CUT/SP apoia Rita Serrano para o CA da Caixa

Votação ocorre de 18 a 22 de novembro; podem votar todos os empregados ativos, mesmo em férias ou licença

A Federação dos Bancários de São Paulo (FETEC-CUT/SP) apoia a candidatura de Rita Serrano como representante dos trabalhadores no Conselho de Administração da Caixa. Rita é a atual conselheira e concorre à reeleição.

O primeiro turno ocorrerá de 18 a 22 de novembro. O resultado será divulgado no dia 22 de novembro no Portal do Empregado. Caso nenhum candidato obtenha 50% mais um dos votos, haverá segundo turno, de 2 a 6 de dezembro. Podem votar todos os empregados ativos, mesmo em férias ou licença. A eleição será realizada pela rede do banco. O empregado deverá acessar eleicaoca.caixa, usando sua matrícula e senha.

Unidade

Pela primeira vez, o conjunto das entidades representativas dos empregados da Caixa se uniram em torno de uma única candidatura ao CA.

CA Caixa

O Conselho de Administração é a principal instância decisória do banco. Na Caixa, possui oito membros: o presidente do banco, seis conselheiros indicados pelo Ministério da Economia e um eleito.

Conquista histórica dos trabalhadores, como resultado da luta das entidades sindicais e associativas, a eleição de representante dos empregados na Caixa tornou-se realidade a partir de 2013.

O papel do conselheiro eleito é representar os anseios dos trabalhadores, defender a integridade do banco e fiscalizar as ações da gestão.

Rita Serrano

Empregada da Caixa desde 1989, Rita Serrano participa do CA desde 2014, quando ocupou o cargo de suplente, sendo eleita titular em 2017. Mestre em Administração e graduada em Estudos Sociais e História, a atual conselheira tem longa trajetória no movimento sindical e social. Foi presidente do Sindicato dos Bancários do ABC entre 2006 e 2012, coordena desde 2015 o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas e atualmente faz parte do Conselho Fiscal da Fenae.

“Um grande marco da nossa gestão foi ter conseguido impedir que a Caixa se tornasse S.A. (sociedade anônima) por duas vezes. A primeira por conta do Projeto de Lei 555, quando liderei, por meio do Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas, o processo contra a aprovação do projeto. E, em seguida, no debate da mudança estatutária da Caixa, em 2017, pois conseguimos articular uma grande frente nacional e a iniciativa foi derrotada”, lembra a atual conselheira e candidata à reeleição como representante dos empregados no Conselho de Administração da Caixa.

Saiba mais sobre a eleição do Conselho de Administração da Caixa.

  Fonte: FETEC-CUT/SP com Seeb SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil