Pesquisar

Temas

Coletivo do Itaú se prepara para Encontro Nacional

Dirigentes destacaram alta nas demissões e fechamento de agências durante a pandemia. Encontro Nacional acontece no dia 5 de agosto

O Coletivo de Empregados do Itaú-Unibanco se reuniu na manhã desta quinta-feira (29) no Encontro Estadual para debater os temas que serão levados ao Congresso Nacional dos trabalhadores do banco. O encontro foi realizado de forma virtual pela FETEC SP com sindicatos da base de São Paulo.

Valdir Machado de Oliveira, diretor de Relações Sindicais da Fetec e funcionário do Itaú, coordenou o encontro que abordou temas como Emprego, Saúde, condições de trabalho e Previdência.

O aumento nas demissões e do assédio moral, com metas cada vez mais abusivas, também nortearam o debate. ‘’A participação dos empregados no Encontro Nacional será fundamental para a mobilização em defesa dos empregos, da garantia de direitos e da saúde dos funcionários, principalmente durante a pandemia’’, disse Valdir.

Banco demitiu e fechou agências em plena pandemia
Em uma análise de conjuntura, Catia Uehara, assessora econômica do Dieese, lembrou que apesar da variação do PIB estamos muito distantes da situação que vivíamos em 2013. A economista destacou que mesmo durante a pandemia, os cinco principais bancos lucraram muito e que o Itaú continua sendo o maior banco em total de ativos, com crescimento de 15% na carteira de crédito.
O banco prossegue com o fechamento de agências. Hoje, o Itaú conta com 3.041 unidades. Em 12 meses, o banco, que prossegue demitindo, fechou 115 agências físicas. Com exceção de profissionais da área digital, houve redução de 1.900 postos de trabalho. Segundo Catia Uehara, a previsão é que banco atinja um lucro de mais de R$ 6,3 bilhões no 2º bimestre deste ano.

Agenda
Encontro Nacional dos Trabalhadores do Itaú
5 de agosto
14 horas
Por videoconferência
 

Compartilhe esse conteúdo