Pesquisar

Temas

Após mobilização dos trabalhadores Copom reduz mais uma vez taxa básica de juros

Após mobilização dos trabalhadores, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) reduziu mais uma vez a taxa básica de juros (Selic) nesta quarta-feira (20). O corte foi de meio ponto percentual, rebaixando a Selic em 12,75% ao ano. Esse é o segundo corte consecutivo, após o BC congelar os juros básicos em 13,75% por mais de um ano.

Desde 2021, o Banco Central, sob o comando de Campos Neto, indicado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro, adota uma política monetária que mantém elevada a taxa básica de juros. Naquele ano, o Copom iniciou uma série de aumentos da Selic, que saltou de 2% para 13,75%, percentual mantido de agosto de 2022 até agosto deste ano. 

Trabalhadores estão mobilizados pela redução dos juros desde o início do ano. Ontem (20), os bancários realizaram manifestações em todo o país para cobrar a redução da Selic e vamos manter a pressão por juros menores.

A alta da Selic beneficia apenas o setor financeiro. Com o crédito caro, a população aumenta seu endividamento, os financiamentos encarecem, a economia não avança e  reduz a criação de empregos. Além disso, os juros altos também aumentam o custo de financiamento da dívida pública. Assim, quando as taxas caem, amplia-se o espaço fiscal para investimentos em políticas públicas, que a população brasileira tanto precisa. 

Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região

Compartilhe esse conteúdo