Pesquisar

Temas

Suspeita de Covid ou Influenza no local de trabalho? Informe ao Sindicato

É fundamental que o bancário informe ao Sindicato de sua base qualquer caso suspeito ou confirmado de Covid-19 e Influenza no seu local de trabalho

Caso o bancário identifique algum caso suspeito de Covid-19 ou Influenza, e seu subtipo H3N2, no seu local de trabalho, ou ele mesmo esteja com suspeita ou confirmação de contaminação, deve informar ao Sindicato de sua base para que atue junto ao banco a fim de garantir que todos os protocolos de prevenção sejam devidamente respeitados, mensurar a situação da pandemia e do surto de gripe na categoria, e cobrar as providências cabíveis do setor público. O sigilo é garantido.

“É fundamental que o bancário informe ao Sindicato qualquer caso suspeito ou confirmado de Covid-19 e Influenza no seu local de trabalho, assim como as medidas adotadas pelo banco até então. Desta forma, conseguimos atuar junto ao banco para que os protocolos sejam respeitados e também podemos mensurar a situação na categoria, o que nos dá mais subsídios para cobrar novas medidas de proteção aos trabalhadores”
Neiva Ribeiro, secretária-geral do Sindicato de SP.

“Não é o momento de relaxar no cumprimento dos protocolos nos locais de trabalho, e também nos cuidados fora do banco, como o uso de máscaras, distanciamento, evitar aglomerações e higienização frequente das mãos com álcool gel. E, claro, não deixar de tomar as duas doses da vacina, assim como a dose de reforço. Nós vencemos importantes batalhas com o avanço da vacinação, mas a luta não terminou. Infelizmente, no final do ano, acompanhamos a chegada da variante Ômicron e da Influenza, o que nos impõe o dever de redobrar os cuidados com a nossa saúde e daqueles que nos cercam. Juntos vamos vencer a pandemia”, acrescenta.
 

“O bancário que estiver com qualquer sintoma gripal deve avisar ao gestor e não comparecer ao local de trabalho, realizar o teste de Covid-19 e, se possível, também para Influenza, aguardando o resultado em casa, seguindo os protocolos específicos do seu banco, que são acompanhados pelo Sindicato. Por sua vez, o gestor deve viabilizar junto à área responsável a testagem de todos que tiveram contato com o trabalhador que testou positivo, assim como a sanitização do local de trabalho, e se for o caso o afastamento dos trabalhadores e fechamento do local”, conclui .

Compartilhe esse conteúdo