Pesquisar

Temas

Sindicato conquista tutela antecipada na Justiça e garante não redução dos salários dos funcionários do Banco do Brasil

O Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes e Região conquistou na Justiça a tutela antecipada na Ação Civil Pública movida em face do Banco do Brasil S/A, para que o banco se abstenha de promover a redução salarial dos empregados que atualmente exercem a função de caixa, que em 10/11/2017 já tinham 10 anos ou mais, ininterruptos ou não, de exercício de quaisquer funções gratificadas, que foram prejudicados em razão da reestruturação.

 Com a reestruturação, o Banco retirou a gratificação de função de funcionários gratificados e ainda, extinguiu a função de Caixa, fazendo com que os funcionários retornem para função de Escriturário, sem receber o salário padrão da função de Caixa Executivo, tampouco a gratificação da função de Caixa.

 A ‘manobra’ realizada pelo Banco tem como principal objetivo reduzir o salário dos substituídos e retirar suas gratificações de função.

 O juiz do trabalho da 4ª Vara do Trabalho de Mogi das Cruzes – SP, DIEGO TAGLIETTI, atendeu o pedido da não redução, a decisão ainda pode ser objeto de recurso.
 

Compartilhe esse conteúdo