Pesquisar

Temas

Mercantil lucra R$ 165 milhões no 1° trimestre de 2024

Funcionários continuam sobrecarregados e sindicato recebe denúncias de cobrança abusiva de metas

No 1° trimestre de 2024, o Mercantil obteve lucro recorde de R$ 165 milhões, com um aumento de 142% em 12 meses. Além disso, a carteira de crédito atingiu R$ 14,9 bilhões, com alta de 22,3% no período de um ano.

Para o coordenador da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do banco, Marco Aurélio Alves, os resultados recordes demonstram o esforço e dedicação das funcionárias e funcionários do banco, que precisam ser cada vez mais valorizados e respeitados. “O bom momento financeiro do Banco Mercantil é reflexo dos esforços dos funcionários para o cumprimento das pesadas metas impostas. Por isso, nossa próxima Campanha Nacional deve ser de muita mobilização e luta, para alcançarmos a valorização ao nosso suor e respeito às normas relativas às boas condições de trabalho e dignidade”, destacou.

Aumento da sobrecarga
Segundo análise do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o banco abriu 203 novos postos de trabalho em 12 meses, sendo 39 no primeiro trimestre deste ano. Entretanto, o total de clientes do banco cresceu 1,5 milhão em relação ao mesmo período de 2023. Sendo assim, apesar dos postos de trabalho abertos, cresce a sobrecarga de trabalho para funcionárias e funcionários.

Em nota publicada em seu site, o Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e região observa que “apesar dos lucros exorbitantes, o banco mantém uma postura que é, muitas vezes, prejudicial aos funcionários, com uma cobrança excessiva de metas e alta rotatividade. Além disso, recentemente, o sindicato recebeu denúncias relacionadas a possível divulgação de ranking de funcionários, prática que está em desacordo com a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), e a ameaça de retirada de vigilantes dos Postos de Atendimento Avançado (PAAs) de Itaúna e Pará de Minas, o que poderia colocar em risco trabalhadores e clientes.”

“Diante da pressão pelo cumprimento de metas cada vez mais pesadas por parte do Mercantil, é essencial que funcionárias e funcionários se associem ao sindicato. Estamos aqui por você, seja para tirar dúvidas, para prestar orientação sobre seus direitos e garantias, ou combater injustiças e abusos cometidos pelo banco”, ressaltou Vanderci Antônio da Silva, funcionário do Mercantil do Brasil e diretor do sindicato.

Veja abaixo a tabela resumo do balanço do Mercantil ou, se preferir, leia análise completa feita pelo Dieese.

Compartilhe esse conteúdo