Pesquisar

Temas

Itaú atende à cobrança da COE e reforça diversidade

Banco anunciou programa especial de contratação de funcionários negros

A Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), através de sua Comissão de Organização dos Empregados (COE), há tempos cobra do Banco Itaú maior diversidade em seus quadros, especialmente no que diz respeito à representatividade de funcionários negros em cargos de liderança nas agências. Em resposta a essa cobrança, o Itaú anunciou um novo programa de recrutamento voltado para ampliar a inclusão de trabalhadores negros em suas unidades em nível nacional, especificamente no setor Personnalité.

“Sempre destacamos a necessidade urgente de refletir a diversidade da população brasileira nos cargos de liderança do banco. A ausência de funcionários negros em posições de destaque chama atenção”, afirmou Valeska Pincovai, uma das coordenadoras da COE Itaú. O setor Personnalité, conhecido por atender clientes de alta renda, será o foco inicial dessa iniciativa. “Essa medida não só promove a inclusão, mas também contribui para a construção de um ambiente mais diverso e inovador, onde diferentes perspectivas são valorizadas”, acredita Valeska.

A COE Itaú lembra que ainda há muito a ser feito, mas vê nessa iniciativa do Banco Itaú um passo importante rumo à construção de um mercado de trabalho mais justo e inclusivo. “É crucial avançar também em outras frentes da diversidade, abrangendo gênero, orientação sexual, pessoas com deficiência e outras minorias, para que o ambiente de trabalho reflita verdadeiramente a pluralidade da sociedade brasileira. A entidade continuará vigilante, acompanhando de perto a implementação desse programa e trabalhando para que mais avanços sejam conquistados em prol da diversidade e da igualdade de oportunidades”, finalizou Maria Izabel Menezes, a outra coordenadora da COE.

FONTE: CONTRAF-CUT

Compartilhe esse conteúdo