Pesquisar

Temas

Financiários assinaram acordo nesta terça-feira (9)

Proposta garante reajuste de 1,22% de aumento real.

Após aprovarem a proposta, em assembleias em todo o país, os financiários assinaram, nesta terça-feira (9), às 10h, em São Paulo, o acordo com a Federação Interestadual das Instituições de Crédito de Financiamento e Investimento (Fenacrefi). A assinatura garante aos trabalhadores 3% de reajuste nos salários e todas as cláusulas de natureza econômica, inclusive PLR.

A proposta foi apresentada pela Fenacrefi no dia 1º de outubro e avaliada pelo Comando de Negociação dos Financiários da Contraf-CUT. O reajuste corresponde à reposição da inflação (INPC entre 1º de junho de 2017 e 31 de maio de 2018) mais 1,22% de aumento real. 

Segundo o Secretário Geral da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP), Eric Nilson, o processo negocial foi bastante complexo, com diversos pontos de divergências. “O importante é que  conseguimos chegar a um consenso, no qual o maior beneficiado é o trabalhador”, explica o dirigente.

 

Compartilhe esse conteúdo