Pesquisar

Temas

Tragédia no litoral de SP: Caixa libera saque calamidade do FGTS a moradores de São Sebastião, SP

O pedido do saque deve ser feito por meio do próprio aplicativo do FGTS (veja como fazer). Valor para retirada é de até R$ 6.220,00.

A Caixa Econômica Federal informou que liberou na sexta-feira (3) o ‘saque por calamidade’ do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) aos moradores de São Sebastião (SP), que ficou devastada depois da chuva histórica que atingiu a cidade no final de semana do carnaval.

Trabalhadores do município podem enviar a documentação para liberação dos valores pelo aplicativo FGTS (saiba como fazer abaixo), sem precisar ir até um agência. O prazo para solicitar o saque é o dia 21 de maio.

O valor máximo para retirada é de R$ ?6.220. O resgate do valor só ir possível se o trabalhador tiver saldo na conta do FGTS e se não tiver feito nenhum saque pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses.

O benefício se tornou possível Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional decretar estado de calamidade pública no Litoral Norte de São Paulo um dia depois do temporal que atingiu a região
Até o último balanço divulgado pelo Governo de São Paulo, 65 pessoas morreram na tragédia do litoral, sendo 64 em São Sebastião e uma em Ubatuba.
Como solicitar o saque calamidade do FGTS:
baixar o app FGTS e inserir as informações de cadastro
ir até a opção “Meus saques”
selecionar “Outras situações de saque – ?Calamidade?pública”
acessar a cidade
encaminhar a documentação (veja abaixo)
selecionar a opção para creditar o valor em conta Caixa ou outro banco
enviar a solicitação
O prazo para retorno da análise e crédito em conta, caso aprovado o saque, é de cinco dias úteis.
Documentação
Documentos necessários:
foto de documento de identidade
comprovante de residência no nome do trabalhador (emitido até 120 dias antes do decreto de?calamidade)
Anternativas:
carteira de Identidade: também são aceitos carteira de habilitação e passaporte
comprovante de residência: também são aceitos conta de luz, água ou outro documento recebido via correio

Compartilhe esse conteúdo