Pesquisar

Temas

Erros no banco de horas são culpa do Santander e bancários prejudicados devem procurar o Sindicato

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região recebeu relatos de bancários que estão sendo prejudicados em seu banco de horas por terem estado de férias ou afastados com atestado médico nos dias em que ocorreram a antecipação dos feriados em São Paulo. Os bancários estão sendo obrigados a pagar horas por não terem trabalhado nestes dias.

“Como descontar horas de quem está afastado ou de férias? Essas horas tem de ser abonadas, e não descontadas. Este é um erro gravíssimo do Santander, que tem totais condições sistêmicas de localizar quem estava em férias, quem estava de licença médica e quem teve essas horas descontadas. E por ser um erro do banco, ele também pode e deve corrigir esta situação.”
Antonio Bugiga, dirigente sindical e bancário do Santander

Este fato está ocorrendo tanto na rede comercial quanto nas áreas administrativas (concentrações), e o que chamou a atenção do Sindicato foi a concordância do RH, após ser consultado por gestores.

O Sindicato solicitou um parecer do RH do Santander, que informou que o banco não localizou irregularidades no sistema. E reafirmou que nos casos dos funcionários que cadastraram no sistema estarem em férias ou com atestado, prevalece a situação de férias ou afastamento. O RH também respondeu que os casos que surgirem serão tratados de forma pontual, sendo necessário a identificação do funcionário para a correção devida.

“Reforçamos que erros como este são graves, de responsabilidade do Santander e não podem ocorrer, ainda mais de forma que resulte em prejuízo ao funcionário.”
Antonio Bugiga, dirigente sindical e bancário do Santander

Os funcionários do Santander que estiverem nesta situação devem entrar em contato com o Sindicato, que irá cobrar do banco a regularização da situação, sem identificar os trabalhadores.
 

Compartilhe esse conteúdo