Pesquisar

Temas

Ambiente de trabalho na agência BB de Várzea Paulista é insuportável

Gestora realiza longas reuniões e pressiona funcionários a utilizarem folgas para irem às consultas médicas. Sindicato já está atuando para reverter quadro de sofrimento dos trabalhadores.

É preocupante constatar que a gerente da agência localizada em Várzea Paulista (SP( continue a impor práticas abusivas aos funcionários.

Com isso, infelizmente, o ambiente de trabalho na agência tem se tornado cada vez mais insuportável para os empregados, que relatam angústia ao terem que se dirigir ao local.

A gestora costuma realizar reuniões longas que desrespeitam as normas do banco. Uma dessas reuniões, por exemplo, iniciou às 10h e terminou às 15h15, com intervalo de almoço somente às 15h15.

Tais reuniões prejudicam o atendimento aos clientes e a realização de negócios. Sendo que a IN do banco determina, para funcionários de 8h, que a partir de 4a hora até às 5h59 deve sair para a pausa do almoço. Neste caso a reunião ultrapassou 5h59, desrespeitando a norma do banco.

A gestora pressiona os trabalhadores a utilizarem suas folgas para realizar consultas médicas, o que configura uma atitude totalmente desrespeitosa e inadequada.

É importante ressaltar que os funcionários têm direito ao atendimento médico e que a gerente não pode impedir o seu acesso.

Além disso, os trabalhadores não deveriam ser coagidos a usar seus períodos de férias ou folgas para cuidar de sua saúde, bastando bom senso e respeito na relação hierárquica.

Essa postura da gerente é incompatível com uma gestão de qualidade e comprometida com o bem-estar dos trabalhadores.

Diante do descaso do banco em apresentar solução para este fato que já dura mais de dois anos, o Sindicato utilizará todas as suas prerrogativas para dar um basta ao sofrimento e adoecimento dos trabalhadores desta agência.

Ressalte-se que a Gerência Regional, a Superintendência Estadual e a Gepes nada fizeram para solucionar este problema, o que é preocupante.
Assédio moral é cultural no BB, essa conceituada instituição financeira precisa mudar cultura do assédio.
ASSÉDIO NÃO! ASSÉDIO ADOECE! BB BASTA DE ASSÉDIO!

Compartilhe esse conteúdo