Webmail
domingo, 21 de abril de 2024

EM CIMA DA HORA

publicado em 08/11/2023

Bancários dos sindicatos de SP e Jundiaí vencem 'Concurso de Crônicas' da Contraf-CUT

Competição trouxe resgate da história, por meio de relatos pessoais da luta da categoria bancária junto à CUT. Presidenta da CUT Pará conquistou 3o lugar

Os três primeiros colocados do Concurso de Crônicas CUT 40 anos, promovido pela Contraf-CUT, são:
Paulo Malerba (2º), do Seeb Jundiaí, Ernesto Izumi (1º), do Seeb SP, ambos de sindicatos filiados à FETEC-CUT/SP, e Vera Paoloni (3º), da CUT Pará,

Também participaram pela base da FETEC, Ana Tércia (SP), Inez Galardinovic (ABC) e João Cardoso (Guarulhos).


“Resolvi participar do concurso porque creio firmemente na cultura como processo para melhoria do ser humano. Por estar aposentado ainda quis compartilhar uma visão diferente da Central, uma visão das cadeiras que sempre estão lá como testemunhas caladas”, disse Ernesto Izumi, aposentado do BB, membro do Seeb SP e conselheiro deliberativo eleito da Previ.

“Sou um entusiasta da literatura e, por isso, recebi com grande satisfação o convite para participar deste concurso de crônicas”, disse Paulo Malerba, bancário do BB e presidente do Sindicato dos Bancários de Jundiaí e Região, que aproveitou o desafio para fazer uma homenagem a Luiz Gushiken. “Escolher falar sobre Gushiken foi uma decisão natural para mim, porque ele é uma liderança emblemática da luta dos bancários e da CUT. Sua história sintetiza muito do que fomos e como chegamos ao que somos hoje”, completou Malerba que conquistou o segundo lugar no pódium.

“Ter escrito a crônica, que relembra um momento tão especial, da trajetória Belém do Pará-São Bernardo do Campo, para o primeiro congresso da CUT, em 1983, reacende na memória da pele a intensidade, o vigor e a sede de mudança presente em cada momento, em cada parada, em cada cantoria e até as pequenas arengas da viagem'' destaca a bancária do Banpará e presidenta da CUT Pará, Vera Paoloni.

O secretário de Cultura da Contraf-CUT, Carlos Damarindo, comemorou a realização do concurso. “Nosso objetivo, de resgatar a história por meio de relatos de pessoas da luta da categoria bancária junto à CUT, foi alcançado. Todas as crônicas que recebemos foram criativas e emocionantes e vamos disponibilizar na próxima semana”, pontuou.

Orgulho
A presidenta da FETEC-CUT/SP, Aline Molina, está orgulhosa pelo resultado do concurso. ''Em tempos de redes sociais, termos bancários participando de um concurso literário nos traz muito orgulho e também muita esperança. É uma honra ter sindicatos de nossa base brilhando numa ação cultural de nível nacional''. 

O prêmio para o primeiro colocado é um vaucher de R$ 400 e, para o segundo e terceiro colocados, vaucher de R$ 300 reais para cada um. Todas as crônicas ficarão no acervo da Contraf-CUT digital, e serão disponibilizadas a partir da próxima semana. 

Confira a fala da presidenta da Contraf-CUT, Juvandia Moreira. 
 
Fonte: CONTRAF CUT e FETEC SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil