Webmail
quinta-feira, 23 de maio de 2024

Notícias

publicado em 29/08/2016

Caravana da FETEC-CUT/SP destaca histórico de lutas e riscos de perda de direitos

Durante a atividade, dirigentes receberam a notícia de que a Fenaban apresentou proposta de reajuste abaixo da inflação.
 
A caravana da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP) e dos sindicatos filiados esteve na segunda-feira (29) em Taubaté para mobilizar a categoria e divulgar para a população as reivindicações apresentadas pelos bancários à Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).
 
“É importante estarmos nas ruas neste momento para lutarmos pelas reivindicações da categoria e em defesa da democracia, mas não podemos deixar de lembrar que no domingo (28) a CUT completou 33 anos de luta pelos direitos dos trabalhadores”, lembrou o secretário geral da FETEC-CUT/SP, Eric Nilson, que foi seguido por um coro de sindicalistas que gritavam o nome da Central Única dos Trabalhadores.
 
O presidente em exercício do Sindicato dos Bancários e Financiários de Taubaté e Região, Sergio Luiz Correa Leite, falou a importância da caravana para dialogar com os bancários e também com a população. “Mostramos que nossa campanha reivindica reajuste salarial, mas vai além. Lutamos contra a política dos bancos de jogar os clientes para fora das agências ao direcioná-los para o autoatendimento e, pior ainda, para as lotéricas e outros correspondentes bancários, que não possuem as mesmas condições de segurança, como câmeras, portas giratórias e vigias”.
 
Sergio, ressaltou, porém, que que neste ano a caravana é diferente em decorrência do momento político. “Sabemos do retrocesso na democracia em andamento e do pacote de projetos contra os trabalhadores em tramitação no Congresso. Direitos conquistados com muita luta estão prestes a serem perdidos”, disse.
 
PEDRA NO CAMINHO
Durante a atividade, a caravana recebeu a notícia de que a Fenaban havia apresentado uma proposta de reajuste de 6,5%, abaixo da inflação projetada para o período, que é de 9,75%. “Isso não é proposta, é uma afronta à categoria. Não repõe a inflação e impõe perdas para a categoria, não apenas nos salários, mas no vale refeição, PLR e todas as demais cláusulas econômicas de nossa Convenção Coletiva de Trabalho”, disse o secretário de Relações Sindicais da FETEC-CUT/SP, Valdir Machado de Oliveira.
 
A proposta apresentada pela Fenaban ao Comando Nacional dos Bancários, em reunião realizada em São Paulo na segunda-feira (29) prevê reajuste salarial de 6,5% mais abono de R$ 3 mil. As regras para o pagamento da PLR (Participação nos Lucros e Resultados) continuariam as mesmas de 2015.
 
Leia também:
> Bancários definem pauta de reivindicações

> Bancos apresentam proposta de 6,5% mais abono

Fonte: FETEC/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil