Webmail
segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Notícias

publicado em 10/07/2018

Em Mogi das Cruzes a caravana da FETEC-CUT/SP mobiliza a categoria

Nesta terça-feira (10), a caravana da Federação dos Bancários da CUT de São Paulo (FETEC-CUT/SP) e dos sindicatos filiados passou por Mogi das Cruzes para mobilizar os bancários para a Campanha Nacional Unificada 2018, considerada a mais difícil dos últimos tempos, já que será a primeira vez que as negociações da categoria ocorrerão sob a lei 13.467/17, que entrou em vigor em novembro do ano passado e extinguiu vários direitos trabalhistas.

O ato teve início no largo do Rosário, e de lá os bancários percorreram as agências da malha central para conscientizar funcionários e a população sobre a importância dos bancos públicos e das condições de trabalho da categoria.

Este ano, a prioridade da campanha é a proteção da categoria contra o desmonte trabalhista. Ao contrário de outras edições, direitos assegurados na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) deixam de valer no dia 31 de agosto em consequência da reforma trabalhista, que extinguiu o princípio da ultratividade, por meio da qual as cláusulas de um acordo valiam até a sua renovação.

“A partir do dia 1º de setembro, direitos como vales refeição e alimentação, PLR, licenças maternidade e paternidade, horas extras e limite de jornada deixam de valer. Por isso, elegemos como prioridade a proteção da categoria contra o desmonte dos direitos trabalhistas. Essa luta não é exclusiva dos bancários, mas de todas as categorias de trabalhadores. Vamos nos mobilizar pela manutenção de nossos direitos, defender nossa CCT que é referência em todo o país e combater as demissões”, explica o presidente do Sindicato dos Bancários de Mogi das Cruzes e Região, Clayton Teixeira Pereira.

Para Walter Antônio Alves Oliveira, diretor da FETEC-CUT/SP, algumas reivindicações como a manutenção do emprego e mais contratações reflete diretamente na melhora do atendimento aos clientes e mostra preocupação com relação às negociações com os banqueiros. “Esperamos que os representantes dos bancos tenham boa vontade na mesa de negociação para atender nossas reivindicações. Queremos também que seja apresentado um calendário para organizar o processo de negociação”, ressalta o dirigente.

A diretora da FETEC-CUT/SP, Crislaine Bertazzi, também fala da importância da rodada de negociação agendada para 12 de julho. “Precisamos sair da mesa do dia 12 com um calendário de negociações, como sempre fizemos em anos anteriores”, lembra a dirigente. “Nossa CCT completa 26 anos em 2018, foi construída na luta e também num processo democrático com respeito à representação dos trabalhadores e dos bancos. E assim queremos que continue sendo”, finaliza Crislaine.

A FETEC-CUT/SP realiza a caravana de mobilização da categoria para a Campanha Nacional dos Bancários 2018 em todos os seus sindicatos filiados, além da cidade de Bauru. A caravana começou no dia 25 de junho e passará por mais quatro cidades até o dia 18 de julho (veja abaixo calendário das próximas cidades que recebem a caravana).

Segunda rodada de negociação

A segunda rodada de negociação entre o Comando Nacional dos Bancários e a Federação dos Bancos (Fenaban) está marcada para o dia 12/07.

Mesas específicas

O Banco do Brasil realizou sua primeira mesa de negociação específica em 29/06. Já a Caixa agendou sua primeira rodada para o dia 13/07.
 
> Leia também: Bancários definem pauta de reivindicações
 
Calendário da caravana da FETEC-CUT/SP

25/06 - Presidente Prudente 
26/06 - Assis
27/06 - Barretos
28/06 - Catanduva
02/07 - Araraquara
03/07 - Limeira
04/07 - Jundiaí
05/07 - Bragança
10/07 - Mogi das Cruzes
11/07 - Taubaté
12/07 - ABC
13/07 - Guarulhos
18/07 - Vale do Ribeira
(Em aberto) - Bauru

  Fonte: FETEC-CUT/SP
  • Whatsapp
  • Telegram

Leia Mais

FETEC-SP é uma marca registrada. Todos os Direitos Reservados.
INFOSind - A MAIOR Empresa de Gestão Sindical do Brasil